Rua do Tom Maior, 30 - São Paulo - SP - 04930-230

Galeria de Fotos | Cases

Resistência a umidade.

Para produtos porosos, sujeitos à ação de variação de temperatura e umidade relativa do ar, deve-se estabelecer um valor máximo para esses parâmetros, de forma a garantir a estabilidade do material.

RH 90%, significa que o material pode suportar temperaturas até 40° C e umidade relativa do ar de até 90%, sem deformações aparentes.

Atenuação de Ruído (Privacidade do ambiente).

É a capacidade do material em "deter" o som, como uma barreira. Quanto mais denso o material e menos poroso mais isolante acústico ele é.

O coeficiente que determina o isolamento acústico de um forro é o CAC, e é medido em dB (decibel).

O coeficiente que determina o isolamento acústico de uma parede é o STC, e também é medido em dB

CAC / STC = 30dB, significa que este valor da energia sonora incidente não será transmitido ao ambiente adjacente.

 

 

A lã de vidro não causa nenhum dano a animais, plantas ou peixes, sendo classificadas como "material inerte".

Em caso de incêndio, o que acontecerá num ambiente isolado térmica e acusticamente com lã de vidro?

A lã de vidro foi testada mundialmente e classificada como incombustível.

Nos Estados Unidos, os testes foram efetuados de acordo com a norma ASTM E 84, conforme normas estabelecidas pelo laboratório UL – 723.

No Brasil, os testes foram conduzidos pelo IPT ( Instituto de Pesquisas Tecnológica do Estado de São Paulo), mantendo-se a mesma classificação.

A opção da técnica de isolamento térmico sustentável pode reduzir sensivelmente o impacto ambiental de qualquer construção.

Sustentabilidade voltada ao desenvolvimento é definida pela utilização de recursos relacionados às necessidades humanas sem deixar de levar em consideração o meio ambiente. Esse conceito existe para que as próximas gerações também possam ter recursos para o atendimento de suas demandas.

A construção civil é uma das maiores inimigas do meio ambiente pois emite uma alta carga de gases, o que colabora com o agravamento do efeito estufa, fruto do emprego de muita energia elétrica ou mesmo pela combustão das máquinas usadas na atividade.

Se a construção é responsável por uma parte substancial do desenvolvimento de qualquer economia, como minimizar os danos causados pelo segmento? Ainda mais quando falamos de materiais relacionados a isolamento térmico e acústico.

A utilização de paredes com recursos que não sejam alvenaria pode ter um grande impacto positivo nessa relação e minorar sensivelmente os efeitos negativos da atividade empregada na construção.

 

Além de diminuir o uso de energia durante a construção, a utilização de divisórias como o dry-wall, por exemplo, reduz a utilização de energia quando um empreendimento já está finalizado. Com a técnica e a escolha do material de isolamento térmico sustentável, a dependência de energia cai, pois, um ambiente bem isolado pode ser mais fresco ou até mais caloroso dispensando assim o uso de ar condicionado ou aquecimento.

A Fibrasmill orienta sobre a diferença de se fazer uma isolação acústica, e uma absorção acústica.

Alguns detalhes que muitas vezes são esquecidos podem fazer uma grande diferença. 

O uso de propriedades isolantes é essencial para o maior conforto do morador e para um convívio tranquilo em sua moradia. No entanto, algumas diferenças devem ser esclarecidas na hora de escolher um bom material.

No caso do isolamento acústico, ele pode ser facilmente confundido com absorção acústica, o que mudaria a funcionalidade do projeto de arquitetura.

Saiba a diferença:

O isolamento é uma característica atribuída a um material sobre a condutividade sonora, térmica ou de vibrações através dele, alguns deles são lã de vidro, lã de rocha entre outros.

Quando falamos em isolamento acústico, devemos escolher um material que seja um péssimo condutor sonoro, ou seja, que diminua parcial ou totalmente a intensidade sonora de um ambiente para outro. Usando tais materiais estará fazendo uma isolação (para que o som não passe para outro ambiente).

O isolamento é a maneira de como o som atravessa o material, já a absorção é a capacidade do material de transformar energia sonora em energia mecânica e térmica. Como, por exemplo, o carpete, que inibe o som que chega a ele, pois, perde energia. Absorvida pelos poros e fios do tapete e não consegue refletir o som novamente ao ambiente. Por exemplo, a espuma acústica serve para fazer esta absorção, ou seja, o som bate nela e é absorvido e não reverberado.

No caso da construção de um estúdio, há necessidade de ambos tratamentos, tanto para que o som não incomode os vizinhos, como o tratamento interno do som. 

Por isso, a maneira como as moléculas do material se acomodam umas com as outras é que determina suas características sonoras. Por exemplo, o vidro pode ser um excelente isolante, mas não absorvem o som. 

Descubra como a escolha de isolantes acústicos e térmicos pode influenciar na economia de uma obra e ainda fazer bem para a saúde.

Isolantes térmicos e acústicos são fundamentais para uma construção de qualidade. Durante o período em que dura uma obra ou reforma, estamos diariamente submetidos a uma série de decisões. Comprar o produto A ou B, priorizar preço ou qualidade, as possibilidades são infinitas, mas os efeitos de cada decisão duram muitos anos, para não dizer uma vida inteira, ainda mais quando falamos de isolantes térmicos e acústicos.

Com isso em mente, os isolantes térmicos são ótimas alternativas, pois além de resolver os problemas de aquecimento ou frio de um ambiente, são mais atrativos financeiramente em relação aos convencionais materiais de alvenaria. Um revestimento bem feito pode ajudar a diminuir a conta de luz para sempre, pois com os materiais corretos é possível tornar o ambiente mais quente, e por consequência dispensar aquecimento no local. O mesmo acontece para ambientes que precisam ser resfriados. Com o isolamento térmico adequado e a cor correta, uma fachada pode receber a incidência de sol sem que a temperatura interna suba, dispensando assim o uso de ventiladores de teto por exemplo, economizando energia.

 

Quando falamos sobre isolante acústico, os ganhos são ainda maiores. Com a opção correta, o sono de uma família pode ser menos perturbado pelo barulho da rua por exemplo. Imagine ainda para uma empresa que está localizada ao lado de uma via de tráfego bem movimentada. Como garantir que a produtividade de todos os funcionários não seja afetada pelo barulho? Com a combinação de materiais correta, a concentração não será problema e os resultados mais eficientes.